sábado, 12 de maio de 2007

Partida

A primeira semana foi cheia, tão cheia (!) que quando passou deixou a sensação de que eu já estava cá há coisa de dois meses (mais coisa menos coisa – posso continuar a arranjar montes de expressões com “coisa” ou talvez seja melhor parar por aqui…)
Por um lado, este é um lugar que é avassalador nas boas-vindas, por outro, as minhas duas semanas iniciais de estadia Brasileira coincidem com as duas semanas finais de estadia da Borboleta (o que implica muitos processos de despedida dos quais também vou participando) e por um terceiro lado – que faz desta problemática algo como um triângulo – a saída de Portugal, idêntica a praticamente todas as saídas da Pátria Mãe para um processo de emigração ou semi-emigração, foi cheia de pontas soltas, assuntos-da-máxima-importância-naquela-altura que ficaram por resolver, e, no caso, uma irmã hospitalizada num sítio longínquo no dia de aniversário do nosso Pai e com prognóstico meio perdido no processo telefone estragado que é a comunicação Buenos Aires-Lisboa-Rio de Janeiro…
Bom, mas no dia em que finalmente começo este resumo das minhas semanas Brasileiras, a situação da querida irmã está, de forma aparente e comprovada por conversação via Skype, em processo de convalescença doméstica e óptima resolução. Assim o espero.
Portanto, mais leve (embora os meus 58 quilogramas recentemente medidos numa balança Carioca o desmintam), aqui inicio o que pretende ser o blog que ainda não criei, os mails que devia escrever e ainda não escrevi, os postais que já comprei e ainda não enviei, os souvenirs que já estão pensados mas ainda não não achetados (do Francês achetar… acheter, assim é que é!).
Para além da dificuldade na despedida que me caracteriza, devidamente representada pelo facto de fechar a mala a escassas horas da partida e de ainda ter ido ver os episódios de Prison Break que deram no dia anterior, a viagem correu sem grande sobressalto. A assinalar apenas alguns pontos –

2 comentários:

Joana Thedim disse...

...então e mais dias?????

É giro poder ler, vividas por ti, palavras que também vivi...

Gosto muito!!
Beijinho de suco de melancia

Billy disse...

Eu também gosto!

Finalmente!! :D